Articulação do Grito visita ocupação Dona Cida, em Curitiba (PR)

No dia 24/07, a articulação do Grito visitou a ocupação Dona Cida, na Cidade Industrial de Curitiba (PR). A ideia é que a manifestação do Grito dos Excluídos tenha início na Tenda Azul dessa ocupação e siga em caminhada em direção à ocupação Primavera. As irmãs da Divina Misericórdia estão intermediando a comunicação com a população local. Toda a Dimensão Social da arquidiocese de Curitiba está envolvida.




No dia 25/07, uma equipe da Mitra de Curitiba visitou a Ocupação 29 de Março para tratar com as lideranças desta e de outras três ocupações vizinhas sobre a organização do Grito dos Excluídos. Silvia Kreuz, uma das articuladoras do Grito local, disse o seguinte: “Estava lá uma jovem mãe que teve sua casa queimada pelo fogo em março e que foi atendida pelo TETO, uma organização que construiu casas de madeira pequenas e simples, mas feitas com muito esforço e amor, para a população atingida pelo incêndio. Fomos recebidos na casa de uma participante da reunião, com bolo de milho e café. Saímos dali com o compromisso de voltar para organizar o Grito do Sete de Setembro e de nos envolvermos ainda mais com aquela população tão carente de tudo, mas muito acolhedora e atenciosa. Na volta, eu vinha pensando em quantos privilégios temos e no quanto o Estado tem obrigação de promover melhoria de vida para aquele povo. Não compactuo com a ideia de um estado liberal que acredita na lei do esforço, se eles estão naquela condição é porque não se esforçaram o suficiente. Não acredito que um filho daquela comunidade concorre a uma vaga na faculdade ou a uma vaga de emprego em condição de igualdade com meu filho. A minha inquietação aumentou ainda mais ao ouvir no rádio uma matéria que falava de um bolo folheado a ouro, que foi criado por uma confeitaria para fazer alusão aos espanhóis que vinham para o Brasil e ficavam maravilhados com nosso ouro e diziam, por lá, que aqui teríamos cidades inteiras feitas de ouro. Eles inventaram um bolo folheado a ouro que custa R$4.995,00 o quilo. A casa da pessoa que nos recebeu não tem banheiro, quanto custa fazer um banheiro para ela? Tem gente que faz e tem gente que compra e come um bolo com esse preço. Mas e aquele bolo de milho feito com brigadeiro de milho da casa dela? Aquele bolo tem sabor de solidariedade, resistência, força, garra, amor, sabedoria. Aquele é o verdadeiro bolo folheado a ouro, quem se alimenta dele jamais terá fome, porque se alimenta da fonte do próprio Jesus. A indignação me dá dor real, me causa um desconforto absurdo diante de todos os nossos privilégios. Por isso não me calo e sigo comendo os bolos de ouro que a vida me oferece de graça. Que Deus abençoe as famílias mais necessitadas e que Ele nos dê forças para seguirmos inquietos!”

15 visualizações

© 2018 Grito dos Excluídos

Ligue:

55 (11) 2272-0627

Endereço: 

Rua Caiambé, 126
04264-060 – Ipiranga
São Paulo/SP – Brasil