Grito do MT no ato em memória a Bruno e Dom



Com fitas pretas nos braços, símbolo do luto e punhos cerrados como símbolo da luta, ativistas dos movimentos sociais, populares, sindicatos, partidos e Igrejas, participaram no dia 21/06 do Ato em Cuiabá/MT, em memória do indigenista brasileiro Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips.


Assassinados no Estado do Amazonas, permanecem vivos na memória dos povos originários, dos defensores e defensoras, lutadores e lutadoras do povo.

A Praça Alencastro foi tomada pelo som dos batuques, das palmas, dos choros e cantos. Na cruz de madeira, a lembrança de “outros mártires que foram assassinados ao defenderem as causas dos povos indígenas, do meio ambiente, da terra, das mulheres, da população negra, da Amazônia” (Gibran/JURA).


Entre as entidades presentes e organizadoras, a Articulação do Grito dos Excluídos e Excluídas fez a condução do ato, articulando a mística e a manifestação popular. Um manifesto foi assinado e divulgado pelas entidades organizadoras!



Manifesto Dom Phillips e Bruno Pereira MT
.pdf
Download PDF • 188KB

Ato em Cáceres/MT, no dia 22/06


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo